Páginas

sexta-feira, 17 de junho de 2011

"CINDERELA DA BAHIA"


“Nas ladeiras da Bahia
Assistia à cena da novela
Da dor da menina esguia
Que, aos prantos, chorava na janela
Fazia verso e poesia
Com o chegar da primavera
E, fosse noite ou fosse dia
Viajava em sua quimera
Criava riso e alegria
Interpretava, ó, tão bela!
Ensaiando o que um dia
Desejava à vida dela
Toda sonhadora... logo se via
Tão adocicada e singela
Não se iluda, pequena Luzia
Nem toda moça é ‘Cinderela’...”.

[Lavínia Lins]



2 comentários:

  1. Que bonitinho!!!
    Adorei!
    E quantas Luzias existem por aí...
    =D

    ResponderExcluir
  2. Rs... obrigada, Lari! =*

    Pois é. Luzias e Luzias...

    ResponderExcluir