Páginas

quarta-feira, 28 de novembro de 2012


"Ser feliz... na partida, no caminho e na chegada. Não importam as pedras, as dores ou os desamores. Ser feliz... Na partida, no caminho e na chegada!".

[Lavínia Lins]

terça-feira, 27 de novembro de 2012

"ANYSIANDO"




"Brincou de riso
Fez, da dor, um circo
Se pintou e protagonizou
Sem temer o risco

Era apenas graça,
O que fazia às massas
Tirando cor do céu cinzento
E transformando a praça.

E, piadando, Raimundando, 
De forma Nonata, foi conquistando
Um país inteiro, uma legião de João,
Maria, José... e até Tomé...

Foi ganhando rima e imitação,
Foi se tornando sina e adoração.
Foi tantos, que nem sei quem são
Além de Chico, foi Nazareno, e também Gastão.

Comprou sorrisos, sem um tostão
Ganhou a vida comendo o pão
Que o seu dom, de grão e grão,
Foi-lhe enchendo a mesa e o coração.

E mesmo longe desta cidade 
Encontrará quem o ampare
Na lembrança que a Anysidade
Deixou gravada pra eternidade

Vá com Deus, querido Chico!
E com a certeza que deixou lição
Pra esse povo que se enche de orgulho
E tem a honra de ser seu irmão".

[Lavínia Lins]

"Anysiando" é uma singela homenagem ao saudoso Chico. O poema foi gratamente premiado com menção especial pela comissão julgadora do V Concurso de Poesia Popular da UBT-Maranguape/2012‏. Uma alegria que partilho com todos vocês, amigos e leitores!

sexta-feira, 23 de novembro de 2012


"A verdadeira caridade é silenciosa. Quem assim não a pratica, não tem o direito de requerer recompensa. A própria vaidade é o seu lucro". 

[Lavínia Lins]

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

"VOCÊ EM MIM..."


"A saudade tem forma, tem cor, tem cheiro...
Está em cada objeto que você tocou,
Em cada espaço por que passou...
Está em mim,
Pelo meu corpo, na minha alma...
Os seus fragmentos formam o meu todo.
E assim, sentindo você em mim, me mantenho:
Firme, abastecida, completamente sua...
Só sua... sempre... e pra sempre!". 

[Lavínia Lins]

Ao som de "Vambora" - Adriana Calcanhotto:


terça-feira, 13 de novembro de 2012


"Ah, mundo malvado,
Pregador de peças!
Ainda te pego na curva;
Ainda te ensino o 'bê-a-bá'...
Ainda te dou um nó
E te faço, no meu ritmo, dançar...". 

[Lavínia Lins]

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

"DONO DE SI"


"Então, é chegada a hora de dizer adeus à velha infância;
Ao tempo em que era coordenado, ordenado...
Hoje, você é o seu delegado, o seu próprio supremo.
Dono de si, a sua responsabilidade sobre si mesmo só aumenta.
Agora, já não há mais a quem culpar, ou a quem julgar.
Frente ao espelho, você é mera consequência das causas a que se propôs.
Você pode escolher entre ser o seu melhor amigo ou o mais desleixado deles". 

[Lavínia Lins]


terça-feira, 6 de novembro de 2012