Páginas

sábado, 28 de maio de 2011

"A CORRENTEZA"


"Mergulhado num oceano de letras e rimas
Ainda que maravilhado com o cenário inigualável, chega a atordoar-se
Braços e pernas movimentam-se instintivamente, na tentativa de não se perder nesta imensidão desconhecida

Por alguns segundos, sente o peito bater mais forte
Mas, não, não é o oxigênio que lhe falta
É um aperto, uma nova ofegância
Desta vez, boa de sentir

Não se recorda quando houvera estado em águas tão delirantes
Vezes, entre ondas inquietas; outras, em meio a marés tão mansas
E lá estava ele...
Numa luta constante
Sem saber, sequer, a sua causa

Aonde o levará está viagem?
Não está ao seu alcance imaginar
A correnteza é o seu capitão
Dela, pode apenas esperar, sem mais, o encontro com as suas tão sonhadas terras firmes".

[Lavínia Lins]

Ao som de "Entre o céu e o mar" - Elba Ramalho:




2 comentários:

  1. Foi impecável na escolha da música, Lala...
    Não poderia ser outra!

    Adoro

    ResponderExcluir
  2. É realmente linda, né, Léo?
    Obrigada...

    ResponderExcluir